Big Bang Bang

Big Bang Bang

O menino, pequeno, indefeso, ingênuo e de uma inabilidade que insinuava tragédia, fosse tombo ou dedo queimado… Dessas tragédias pequenas, de pequenos, de pouco dano e só susto. A esse menino, sereno e curioso, foi dada, de presente, de graça… Desses grátis que a...
Criança-me

Criança-me

Queria fossem brinquedos, essas peças que articulo, desengonçado, com as mãos. Queria que me inspirassem alguma, formato racional; o melhor encaixe, eureka ou esses tipos de insight. Queria fossem de desenho animado, bons humores e coloridos infantis, esses...
Sobre os girassóis e o tempo…

Sobre os girassóis e o tempo…

Sobre os girassóis e o tempo… Giram Sóis, só solitários, giram em vertigem, Tal a Terra Tal em Guerra Tal em fuga ou fogo… Girassóis queimam como o tempo Com o tempo… Sobre os girassóis, pairava o tempo… De um azul instinto, tão sonho quanto horizontes e...
A algum ponto da partida

A algum ponto da partida

Voltar ao lugar de início. Não é esse o instrumento? O que te soa quando notas, já distante, de lá longe, o imenso percorrido? O que te escorre face quando usa os olhos em ré?  O que te sua: lágrima ou esforço do caminho? Voltar ao lugar de início, e recorrer aos...
As asas do mar

As asas do mar

Um ser que usava asas, parado frente ao todo mar. Extasiado ou reflexivo; imóvel em seu despertar às águas incalculáveis. Alguém que usava asas (isso estava claro), mas abstinha-se delas, recolhidas em respeito à força água que o absorvia. Olhos inundados de azul,...
Cheiro de Reich

Cheiro de Reich

O mundo cheira a Reich Mais que haxixe E chora chorume Enquanto vela, afogado, Restos de um bem que não há E nunca ouve, Sem sentido, Ressentido de vender-se Já vencido, aos mesmos erros Recidivos   Incisivos Dente por dente Ferro e fogo De só guerra-bomba Que...